Dimevet

O que é Criptorquidismo ou Testículo Ectópico em Cães?

Entenda um pouco mais sobre essa alteração genética.

 

Você já viu ou ouviu alguma história sobre cães que parecem não ter testículos? Esse problema existe e tem nome, podendo ser chamado de Criptorquidismo ou de Testículo Ectópico.

Os testículos dos cães devem descer para a bolsa escrotal, aparecendo no escroto, a partir dos 4 meses de idade, podendo variar até 6 ou 7 meses. Porém, em alguns cães isso não acontece, ou seja, o testículo, que é naturalmente formado de maneira intra-abdominal (dentro do abdômen) e depois desce para a região escrotal, pode não descer. O que também pode acontecer é o animal nascer sem um ou sem ambos os testículos, mas este último caso é raríssimo.

Mas, como isso ocorre?

O testículo pode ficar preso dentro do abdômen do cão, ou até embaixo da pele, na região inguinal (próxima à região dos testículos). De qualquer maneira, isso deve ser removido de maneira cirúrgica, pois os testículos precisam ter uma temperatura específica, ou seja, não podem ficar mais aquecidos do que o necessário, que é o que ocorre nessas situações em que eles estão presos no interior o corpo. Os testículos precisam estar mais resfriados, por isso eles ficam mais naturalmente afastados e localizados na região do escroto.

A alteração pode ser detectada ainda quando filhote.

E quais são as consequências?

Quando o testículo não desce e fica submetido à temperatura natural do corpo por muito tempo, uma das consequências pode ser, até mesmo, um tumor maligno na região. Então qualquer relato, ou qualquer momento que se perceba que o animal não tem um dos testículos, é importante fazer um exame para verificar se não é o caso de ser Criptorquidismo.

Se detectado o problema, será necessário o encaminhamento cirúrgico com uma equipe médica veterinária especializada e de confiança.